Listas

Eu estou muito ansiosa para viajar. Mas isso é bobo. Tem milhares de lugares no mundo para conhecer. E se prestarmos atenção, todos os destinos são interessantes por algum motivo: uns pela natureza, outros pela tecnologia. Às vezes, um passeio inesperado rende mais boas lembranças do que uma viagem que custou caro. E além de viajar, ainda tem todas as coisas que quero fazer: as séries que não assisti, os filmes recomendados, os livros para ler.

Mas por que tudo isso mesmo? Tem livros que não vou ler nunca, por que não me interessam, não despertam a minha curiosidade. Então por que este apego pelas coisas que NÃO fiz ou NÃO assisti? E se ao invés de cada vez que eu pensar: “um dia eu vou” e tornar uma cobrança, por que eu simplesmente não posso achar legal e pronto? Coloco no mesmo patamar ir à vinícola perto de casa e ir para Las Vegas. E são coisas totalmente diferentes. E eu nem gosto de vinho. Mas só por que alguém disse que é legal, ou convidou (que foi o caso), eu também quero.

Ai eu penso que não estou fazendo nada. E vou ao extremo de querer fazer tudo. E para quê? Todos os dias vivo experiências muito legais. Por que algumas valem mais do que outras? Claro que eu posso focar em cumprir todas estas listas (filmes, livros, viagens, passeios), ou eu posso acalmar e fazer as coisas quando der. Se um dia rolar, ótimo. Se não, provavelmente os lugares que visitei, os livros que li e os filmes a que assisti também valeram muito, mesmo sem estarem na lista. É a vida que acontece quando não planejamos, as lembranças que formamos sem querer. E são estes pequenos retalhos de vivências que formam o desenho da nossa vida.

This entry was posted in Posts.

One thought on “Listas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *