Lembranças

Hoje as minhas lembranças do Facebook me mostraram várias coisas legais e entre elas, o meu último dia na empresa de comunicação na qual eu trabalhava antes de entrar no Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina. Duas fotos, de duas amigas, me desejando sorte e sucesso na nova carreira. Eu estava com um sorriso estampado no rosto, mega feliz, realizada e reluzente. Por quê? Eu estava com o sentimento de dever realizado, de final de fase. Sabia que o que me aguardava seria aquilo que eu havia buscado, conquistado com muito esforço e muita dedicação. Que seria a realização de um sonho e de uma meta, pela qual eu tinha lutado muito para alcançar. Não estava em clima de despedida, nem sequer estava triste ou com medo do que me aguardava, o que é natural acontecer.

Claro que, na época, várias pessoas olharam com estranheza minha decisão de mudança de vida. “Nossa, mas como assim?” muitos me perguntavam. Mesmo que minhas explicações não tornassem claras minha decisão, eu sabia que era o certo. E era isso que importava. Às vezes, durante o CFO, em momentos de desafio, em que eu chegava em casa absolutamente destruída, sem forças ou machucada, minha mãe me perguntava: “E ai, saudades da RBS?” e eu respondia “De jeito nenhum!”. Não que fosse ruim trabalhar lá. Pelo contrário, eu gostava. Mas, depois que decidi entrar para os Bombeiros, aquele universo todo parou de fazer sentido. Aquele universo continua fazendo parte de quem eu fui e do que me tornei hoje, porém, é uma lembrança distante. Hoje, três anos depois, não poderia estar mais feliz e mais realizada. Foram dois anos de Curso de Formação de Oficiais e quase um ano trabalhando no 2º Batalhão de Bombeiros.

Nossa fofurinha agora segue novos caminhos…Lu, te desejo todo sucesso do mundo. Competência e dedicação são virtudes que já fazem parte do seu dia a dia… vai lá, e voa alto minha amiga linda” (Grazi)

“Ficar feliz pelo sucesso das amigas. <3 Boa sorte, Lu!” –  (Nyna)